Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 13, 2009

Lágrimas de Orvalho

- Finalmente percebi que estou envelhecendo rápido demais.
Ela estava sentada à beira de um penhasco, abaixo o mar lambia a areia e arrulhava. A grama onde ela estava sentada ainda estava verde e brilhante, úmida do orvalho, e ela embolava as folhas entre os dedos. Atrás dela, havia um grande carvalho vermelho e estava em flor. O vento balançou os galhos fazendo com que flores e bolotas caíssem em seus cabelos.
- Flores? Já é maio, não é mesmo, carvalho? Nem mesmo estava reparando no passar dos meses.Ela levantou-se, calçou os sapatos e se despediu da antiga árvore, acariciando sua casca.
- Carvalho, já está na hora de ir. Obrigada por me ouvir... - ela sorriu, pensando no quão idiota parecia todas as vezes que vinha falar com uma árvore. - Até mais.
Ela foi se afastando, os cabelos voando com a brisa. O cheiro de água salgada nem a incomodava mais, e todos os dias ela voltava pra casa cheirando a mar. Quando entrava em sua pequena cabana, tirava as sandálias e voltava a trabalhar como co…