Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 21, 2010

Consulta

Delicado conto que levei um ano pra escrever, finalmente tive paciência para acabá-lo.



- Por onde exatamente devo começar?
- Comece por onde se sente mais confortável.
- Mas... Ele pode aparecer...
- É preciso confrontar todas as suas personalidades, para podermos tratá-las. Ou você não quer se tratar, Alexandra?
Os grandes olhos se arregalaram ainda mais e ela enroscou-se na poltrona. Os cabelos cor de palha, com textura de teia de aranha, eram longuíssimos; tão longos que ultrapassavam a poltrona e iam repousar no carpete cor de vinho. Veemente, ela balançou a cabeça e abraçou os magros joelhos.
- Ele... ele veio numa noite muito fria, a mais fria que me lembro. Da penteadeira, eu ouvia sussurros dizendo meu nome. Foi quando o vi encostado na cortina...
Alexandra tomou uma pose diferente. Tombou as pestanas, sentou-se ereta, coçou uma barba inexistente. Quando falou, sua voz saiu do fundo do peito, grave e lenta.
- Óbvio que era eu chamando, sua tonta -Ela olhou para m…