Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 10, 2012

Ampulheta

Noites negras e dias brancos. 24 horas consecutivas passadas no completo vazio. E os dias vão passando como quando o vento sopra a chuva, e só vemos as gotículas se perderem no ar. Como quando enfiamos as mãos nuas na água corrente de um rio. Tudo vai passando...
As estações começam e terminam e o sopro quente do verão não me atinge, nem o ar seco do outono. As flores da primavera são sem cor, e o vento do inverno passa por mim ressoando nas minhas costelas. E assim vou levando...