Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 13, 2009

Nem um, Nem outro

Já faziam mais de dez anos que eu não voltava naquele lugar. Que tipo de pessoa eu me tornara, através daqueles anos sombrios que passei? Uma estranha parasita, que serpenteia pelos becos escuros, talvez.

Conheci ambos em épocas diferentes, é verdade, e amei um, mais que o outro. Primeiro, o Ruivo. Ah, quão jovens éramos ambos, quando estávamos juntos! Sentia-me regredir todos os anos de sofrimento, e as palavras dele me faziam acreditar que ele sempre estaria ali, porém... Porém, eu o temia. Na verdade, confesso: temia perdê-lo, mas temia tanto, que não dava-lhe oportunidades.
Foi assim que conheci o Loiro. Já o havia visto antes em outras de minhas noites, e cobiçava-o por seu ar distante e beleza estranha. Parecíamos de mundos tão diferentes, mas, numa noite, tivemos nosso eclipse. E foi aí, meus caros, que começou o meu tormento.
O Ruivo nunca fora muito o meu tipo, não frequentava os mesmos meios que os meus, e detestava quase todos os meus gostos. No entanto... Tinha uma beleza fre…